Travessia dos Oceanos – Emissão de 13 de Fevereiro – Especial Carnaval

travessia dos oceanos especial carnaval

Pois é caros ouvintes da Travessia dos Oceanos, o Carnaval está já aqui à portinha e nós não poderíamos deixar de dedicar uma emissão a esta festa magnífica. Temos várias surpresas preparadas para vocês, por isso não percam, a partir das 22 horas, já na próxima terça-feira, dia 13 de Fevereiro, na voz de Carlos Simões. 

Especial Carnaval

O Carnaval é um tempo de folia, e como não podíamos deixar esta data passar em branco, preparamos uma emissão especial dedicada ao tema. Assim sendo, para vocês temos muitas músicas alegres e divertidas, com uma programação ainda melhor!

Para deixarmos aqui um miminho aos leitores do site da Travessia dos Oceanos, resolvemos partilhar com vocês um bocado do que é o Carnaval aqui, em Angola, e em especial em Luanda.

História do Carnaval de Luanda

A tradição de festejar o Carnaval foi-nos trazida pelos colonos portugueses. Com o passar do tempo foram incluídas várias tradições locais, as quais se foram enraizando na cultura de Luanda.

No começo a festa era espontânea, a qual era organizada por algumas associações dos bairros da capital. Eram eles que escolhiam os ritmos e percursos a serem feitos.

Nas classes mais ricas a festa era um bocadinho mais incrementada, a qual era inspirada pelas tradições europeias, como o corso, por exemplo.

Desde 87 que o Carnaval de Luanda passou a ter alguns contornos que o distinguem de todos os outros. Ele foi reconhecido oficialmente como uma festa municipal. Desde aí que os grupos carnavalescos se reúnem na Marginal de Luanda, os quais competem entre eles no dia de Carnaval, como se faz no Brasil.

Cada um desses grupos desfila para o Grande Desfile da Marginal de Luanda. Este é constituído por reis e rainhas, comandantes, e estes têm liberdade de escolha do ritmo.

Nos bairros da cidade também desfilam outros grupos, de forma espontânea.