Travessia dos Oceanos – Emissão de 18 de Setembro com Mônica Salmaso e Edvaldo Santana

41856942_1822641254501491_1827336674087010304_n

Na próxima emissão da Travessia dos Oceanos, dia 18 de Setembro de 2018, vamos estar à conversa com Mônica Salmaso, onde falaremos um pouco sobre o seu percurso pessoal e profissional, mas também sobre os seus projectos futuros. Teremos ainda um Concerto Acústico com Edvaldo Santana, a não perder, na sua RFM, terça-feira,  a partir das 22 horas.

Destaque Entrevista

Mônica Salmaso

Mônica Salmaso nasceu em 19u1, em São Paulo,  Brasil. A cantora firmou-se nos géneros MPB, samba e bossa Nova. A sua carreira começou em 1989, quando entrou na peça O Concílio do Amor de Gabriel Villela.

Já na década de 90, Mônica gravou um CD com duo de Voz e violão, com afro sambas de Vinicius de Moraes e Baden Powell. Já nos finais de 90 gravou o seu segundo álbum, Trampolim, produzido por Rodolfo Stroeter. Um ano depois lançou o álbum Voadeira, considerado um dos dez melhores do ano pela Associação Brasileira de Críticos de Arte. A cantora ganhou também o prémio de melhor cantora.

Em 2000 a cantora foi finalista do festival de música brasileira, o qual foi promovido pela Rede Globo. Nesse ano os seus álbuns foram lançados na Europa, Japão, México, EUA e Canadá. 

Sete anos depois lança o álbum Noites de Gala, Samba na Rua, com canções de Chico Buarque. Foi indicado ao prémio de melhor álbum de MPB desse ano. 

Participou do projecto Afro Samba Jazz entre 2009 e 2010. Em 2011 lançou o álbum Alma Lírica Brasileira com o seu marido Teco Cardoso. 

Em 2014 lançou um novo álbum, intitulado Corpo de Baile. Este rendeu-lhe o prémio de música brasileira na categoria melhor cantora de MPB. 

Albuns: Caipira / Corpo de Baile / Alma lírica brasileira / Noites de gala, ao vivo / Noites de gala, Samba na rua / Iaiá / Voadeira / Trampolim / Afro-Sambas

Músicas: Dançapé / Canto em qualquer canto / Valsinha / Na volta que o mundo dá / Minha palhoça / Senhorinha / Samba de Verdade / Cabrochinha / Silenciosa / Canário do Reino / entre outras.

Concerto Acústico

Edvaldo Santana

Edvaldo de Santana Braga, conhecido simplesmente como Edvaldo Santana, é um reconhecido compositor, produtor, cantor e instrumentista brasileiro, nascido a 17 de Agosto de 1955. Fez parte do grupo Matéria Prima durante a década de 70. Em 80 integrou o Movimento Popular de Arte. Fez várias parcerias ao longo da sua carreira, como Tom Zé, Paulo Leminski, Arnaldo Antunes ou Haroldo de Campos. Só em 93 lançou o seu primeiro álbum a solo. 

Álbuns: Só vou chegar mais tarde / Jataí / Reserva da alegria / Amor de periferia / Edvaldo Santana / Tá assustado? / Lobo solitário 

Músicas: Choro de Outono / Lobo solitário / Quem é que não quer ser feliz / Arte depura / Ruas de São Miguel / A poda da Rosa / Pra viver é sempre cedo / Nada no mundo é igual / Reserva de alegria / Raios do Oriente Médio.