Travessia dos Oceanos – Emissão de 21 de Agosto com Victor Hugo e Karina Buhr

Travessia dos Oceanos - Emissão de 21 de Agosto com Victor Hugo e Karina Buhr

Dia 21 de Agosto, próxima terça-feira, na Travessia dos Oceanos, vamos contar com a presença de Victor Hugo, dos Moonshiners, para uma grande entrevista. Teremos também o Concerto Acústico de Karina Buhr. Não perca, a partir das 22 horas, na sua RFM.

Destaque Entrevista

Victor Hugo – Moonshiners

victor hugo moonshiners

Victor Hugo é vocalista e guitarrista da banda portuguesa Moonshiners, juntamente com Gamblin’Sam (voz e harmónica) e Susie Filipe na bateria. A banda surgiu no início de 2012, em Aveiro, sob influências diversas, como Morphine e Bob Dylan.

Depois de uma digressão em Portugal, lançam o primeiro EP em 2013, com 6 músicas originais. O sucesso do EP levou-os a actuar em vários festivais, como OffBeatz, Jerdins Efémeros ou Vagueira Surf Fest.

O segundo EP é lançado em 2015, onde participou Paulo Furtado, The Legendary Tiger Man. Este demonstrou um crescimento musical da banda, que se mostrou mais coesa, consolidada e madura.

No ano passado actuaram na Holanda, no Eurosonic Noorderslag, que é o maior festival de música europeia. Actuaram também na Hungria, no Veszprémi Utcazene Fesztivál.

Depois do sucesso que têm feito, gravam o seu primeiro álbum este ano, o Prohibition Edition, com músicas de altíssima qualidade.

Concerto Acústico

Karina Buhr

karina buhr

Karina Buhr Magalhães, mais conhecida como Karina Buhr, é uma compositora, cantora, percussionista, actriz e poeta nascida em Salvador, Brasil, na década de 70. Mudou-se de Salvador para Recife aos 8 anos, cidade onde nasceu a sua mãe.

Na década de 90 Karina começou a sua carreira musical no grupo Piaba de Ouro e depois Estrela Brilhante. Depois de Estrela Brilhante ingressou na banda Eddie e depois formou a banda Comadre Fulozinha.

Entrou para a companhia Teatro Oficina em 2000, onde participou na montagem de Os Sertões.

Só em 2010 é que gravou o seu primeiro álbum a solo, esse que lhe deu lugar a artista do ano pela Associação Paulista dos Críticos de Arte, APCA. Também entrou no Top 10 disco e músicas da Rolling Stone.

O sucesso internacional não demorou a chegar e Karina Buhr viajou para Copenhague para a feira mundial de música independente Womex.

Foi indicada a artista revelação com o seu segundo álbum no VMB e para melhor cantora no Prémio Música Digital.

Em 2010 participou do lançamento da Caixa Preta de Itamar Assumpção onde participaram também Denise Assunção e Elke Maravilha.

5 anos depois lançou o terceiro álbum, o qual foi bem recebido pela crítica, tendo sido mesmo considerado um dos melhores álbuns do ano pelo Música Estática.

Também nesse ano lançou um livro de poesia, o Desperdiçando Rima, o qual se encontra disponível para venda no seu site oficial.